Boris Johnson se encontra com Volodymyr Zelensky em Kiev – Alagoas 24 Horas: Líder em Notícias On-line de Alagoas

Reunião acontece na capital ucraniana neste sábado (9); nesta sexta, o Reino Unido anunciou ajuda militar de 130 milhões de dólares para Ucrânia

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, recebeu o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, em Kiev neste sábado (9), de acordo com um alto funcionário do governo ucraniano.

“Neste momento, uma visita de Boris Johnson em Kiev começou a partir de uma reunião individual com o presidente Zelensky”, disse Andriy Sybiha, vice-chefe do gabinete do presidente da Ucrânia, em uma postagem no Facebook.

Pelo Twitter, a embaixada do Reino Unido na Ucrânia postou uma foto dos dois líderes sentados em uma sala de reuniões com a legenda “surprise” (surpresa, em português).

“O primeiro-ministro viajou para a Ucrânia para se encontrar pessoalmente com o presidente Zelensky, em uma demonstração de solidariedade ao povo ucraniano. Eles discutirão o apoio de longo prazo do Reino Unido à Ucrânia e o primeiro-ministro estabelecerá um novo pacote de ajuda financeira e militar”, disse um porta-voz de Downing Street.

O Reino Unido enviará à Ucrânia mais 100 milhões de libras — cerca de US$ 130 milhões — de apoio militar, disse o primeiro-ministro Boris Johnson nesta sexta-feira (8) após uma reunião com o chanceler alemão Olaf Scholz.

Além disso, a Secretária dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, Liz Truss, tweetou dizendo que o Reino Unido enviará mais “ajuda letal” à Ucrânia, incluindo mais 120 veículos blindados; novos sistemas de mísseis anti-navio.

Johnson, que recebeu o novo chanceler alemão pela primeira vez em seu escritório em Downing Street, disse que as duas nações da Europa Ocidental também concordaram em cooperar mais estreitamente em assuntos de energia para reduzir a dependência da Europa em relação às importações russas.

O primeiro-ministro britânico também condenou um ataque russo a uma estação de trem no leste da Ucrânia, lotada de mulheres, crianças e idosos fugindo do conflito, que, segundo as autoridades ucranianas, matou pelo menos 50 pessoas.

Zelensky agradeceu ao Reino Unido e ao primeiro-ministro britânico por ter prestado apoio militar à Ucrânia. “A Ucrânia estará sempre grata por isto a Boris e à Grã-Bretanha”, disse.

No seu discurso noturno afixado nos meios de comunicação social, o presidente russo disse: “Boris estava entre aqueles que não duvidaram nem por um minuto se deveriam apoiar a Ucrânia. A liderança da Grã-Bretanha, ao fornecer ajuda ao nosso país na defesa e também liderança na política de sanções, estará sempre na história.”

“Boris Johnson foi hoje muito específico também nas suas respostas às minhas perguntas, como sempre. E já estabelecemos com ele a ajuda que a Grã-Bretanha prestará à reconstrução da Ucrânia após a guerra. Os britânicos estão prontos para liderar a restauração de Kiev e da região de Kiev”.

A visita de Johnson acontece após a passagem da presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, pelo país.

Em entrevista à Christiane Amanpour, da CNN, Von der Leyen classificou a morte de civis na cidade ucraniana de Bucha como “uma atrocidade, algo impensável e chocante, é a face brutal da guerra de Putin“.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *