CG NOTÍCIAS

NOTÍCIAS DE CAMPO GRANDE E MATO GROSSO DO SUL

Sem categoria

Prefeito autoriza reconstrução da Escola Lions Tambaú e destaca revolução no ensino da Capital

O padrão de escola tecnológica e inclusiva da Prefeitura de João Pessoa, que já inaugurou 36 unidades, está chegando na Lions Tambaú, no bairro Jardim Cidade Universitária. Nesta quarta-feira (3), o prefeito Cícero Lucena autorizou o início das obras na unidade, que também vai ter ampliação de salas, infraestrutura completa, quadra coberta, salas Google e Espaço Make, e destacou a revolução que está em prática no ensino da Capital.

Durante solenidade, Cícero Lucena lembrou que, em 2021, pegou 45 escolas com obras paralisadas, que foi necessário realizar novos projetos, entendendo a necessidade de cada unidade, independente do investimento e mudar a visão de escola pública. Nesse sentido, além das 36 escolas já entregues, mais de 50 estão com obras em andamento e autorizadas e o objetivo é seguir avançando até contemplar toda a rede municipal de ensino.

“Reformas que eram maquiagem, reforma que dava para mal pintar, de preferência apenas a fachada para parecer que dentro estava bom. Nós mudamos esse conceito, nós estamos, não é nem reconstruindo, nós estamos construindo novas unidades educacionais, porque agora, inclusive a grandeza começa ao ouvirmos quem trabalha na escola, para ver as suas necessidades. Na infraestrutura tem que ter caixa d’água elevada, caixa d’água semi enterrada, você tem que ter uma subestação”, afirmou o prefeito.

A secretária executiva de Educação, Luciana Dias, disse que todas as unidades de ensino de João Pessoa estão recebendo, também, uma pedagogia mais desafiadora, com programas de Robótica, de programadores, de incentivo ao esporte e a cultura. “Após as obras, a gente já entra com a parte tecnológica e mobília nova. Tem os livros de literatura, pesquisas, jogos e tudo que estimule ainda mais os nossos alunos”, afirmou.

A Escola Lions Tambaú acolhe mais 500 crianças até o 5° ano do ensino fundamental. De acordo com a diretora administrativa, Maria da Luz, a reconstrução vai elevar ainda mais o nível de ensino proporcionado na unidade, garantindo aos alunos uma condição de aprendizagem diferenciada. “É um sonho de muito tempo. A palavra hoje é gratidão, porque a nossa escola necessita e é merecedora de receber essa reforma, por apresentar uma equipe de trabalho que não mede esforços para contribuir com ensino público de qualidade, mesmo diante de tantas dificuldades”, afirmou.

Confira todas as intervenções, com investimento de R$ 2 milhões e prazo de conclusão de 10 meses:

Construção de novas salas;

Ampliação da sala dos professores e da sala Lions;

Modernização da fachada;

Substituição da rede elétrica;

Substituição da rede hidrossanitária;

Revitalização dos banheiros;

Recuperação e substituição das esquadrias;

Construção de reservatório elevado;

Projeto de climatização;