Home / Notícias / Destaques / Aneel aprova redução para tarifas da energia elétrica em 1,45% no Piauí

Aneel aprova redução para tarifas da energia elétrica em 1,45% no Piauí


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (26) uma redução nas tarifas de energia da Companhia Energética do Piauí, da Eletroacre da Energisa Borborema (Paraíba).

As reduções aprovadas foram de:

  • Piauí: 1,45%
  • Acre: 2,60%
  • Paraíba: 2,50%

Essas reduções decorrem da antecipação do pagamento do empréstimo feito em 2014 para ajudar as distribuidoras de energia a pagarem o custo extra gerado pelo uso mais intenso das usinas termelétricas, por causa do baixo índice de chuvas.

O reajuste anual das três empresas em 2019 já foi aprovado Aneel. Portanto, o que a agência fez nesta terça foi uma revisão, que amenizará os aumentos nas contas de luz que já haviam sido autorizados.

Veja como ficam os reajustes:

Reajuste anterior:

Cepisa

– Antes: 12,64%
– Agora: 11,01%

Eletroacre

– Antes: 21,29%
– Agora: 18,13%

Energisa Borborema

– Antes: 4,36%
– Agora: 1,75%

A Cepisa atende o estado do Piauí, a Eletroacre é responsável pela distribuição de energia do Acre e a Energisa Borborema atende aos municípios de Campina Grande, Lagoa Seca, Queimadas, Fagundes, Massaranduba e Boa Vista, no estado da Paraíba.

Empréstimo

A antecipação do empréstimo vai retirar das tarifas de energia dos consumidores brasileiros R$ 6,4 bilhões em 2019 e R$ 2 bilhões em 2020. O efeito tarifário da operação é uma redução média de 3,7% nas tarifas de 2019 e de 1,2% em 2020.

Pelo cronograma normal, a dívida seria paga em abril de 2020, mas com a antecipação ela será quitada em setembro de 2019. Para pagar a dívida será usado o saldo de uma conta de reserva criada no momento do empréstimo.

Desde novembro de 2015, quando o empréstimo começou a ser pago, todo mês além de quitar uma parcela da operação bancária, os consumidores também pagaram por uma espécie de seguro, que era depositado nessa conta reserva.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *