Home / Notícias / Municípios / Campo Grande do Piauí / CAMPO GRANDE | Aproximadamente 61% dos eleitores já realizaram biometria; Atendimento itinerante vai até o sábado (27)

CAMPO GRANDE | Aproximadamente 61% dos eleitores já realizaram biometria; Atendimento itinerante vai até o sábado (27)

Até a manhã desta terça-feira (23), dos 4.892 eleitores aptos, 2.982 (aproximadamente 61%) já realizaram o recadastramento biométrico.


Desde o dia 08 de janeiro está sendo realizado no Centro Administrativo do Município de Campo Grande do Piauí (Antiga Sede da Prefeitura), das 08h às 18h em dias úteis e das 08 h às 12 h, aos sábados, o atendimento itinerante para a revisão eleitoral com coleta de dados biométricos dos eleitores no município.

De acordo com o Analista Judiciário do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TER-PI), Jairo Everaldo Portela de Carvalho, que supervisiona o atendimento itinerante no município, até a manhã desta terça-feira (23), dos 4.892 eleitores aptos, 2.982 (aproximadamente 61%) já realizaram o recadastramento biométrico.

O posto de atendimento descentralizado do TER-PI para o Recadastramento Biométrico, montado em parceria com a Prefeitura Municipal de Campo Grande do Piauí, tem garantido ao eleitorado do município maior acessibilidade na revisão eleitoral e evitado o deslocamento até a cidade de Jaicós, sede da 19º Zona Eleitoral, a qual Campo Grande faz parte.

O atendimento itinerante vai até às 12 horas do próximo sábado (27), aqueles que não conseguirem realizar o recadastramento biométrico no município terão que se dirigir até a cidade de Jaicós. O prazo final para regularização vai até o dia 06 de março, quando encerra o prazo estipulado pelo TER-PI.

SAIBA COMO FAZER

Para realizar a revisão biométrica, o eleitor deverá levar os seguintes documentos: Título Eleitoral original, cópias e originais do CPF e de um documento de identidade com foto e comprovante de residência atualizado.

O mutirão também atenderá o eleitor que precisa tirar o título de eleitor pela primeira vez ou realizar transferência.

Caso não compareça, além do cancelamento do título, o eleitor não poderá receber os benefícios do governo, votar, tomar posse em concurso público, obter CPF, empréstimos em bancos, renovar matrícula em estabelecimento de ensino público dentre outros impedimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *