Home / Notícias / Municípios / Campo Grande do Piauí / CAMPO GRANDE | Secretaria de Saúde divulga nota de esclarecimento sobre caso importado de sarampo notificado pelo município
Unidade Básica de Saúde da sede do município

CAMPO GRANDE | Secretaria de Saúde divulga nota de esclarecimento sobre caso importado de sarampo notificado pelo município


A Prefeitura Municipal de Campo Grande do Piauí, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), divulgou na manhã desta quinta-feira, 08, uma nota de esclarecimento sobre o caso importado de sarampo notificado pelo município, o primeiro caso confirmado no Piauí no ano de 2019.

Por meio da nota, a SMS esclarece que o paciente, uma criança de um ano, não reside no município e que a mesmo adquiriu a doença no estado de São Paulo.

A SMS comunica também que não está acontecendo um surto de sarampo no município e que estão sendo tomadas todas as medidas necessárias para evitar o surgimento de novo casos.

A Secretaria Municipal de Saúde alerta também que os pais, mães e responsáveis que vão viajar com seus filhos de 6 meses a menores de 01 ano de idade para as 39 cidades dos Estados de São Paulo, Pará e Rio de Janeiro, onde há surto ativo do Sarampo, para que vacinem seus filhos.

“A vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independente do planejamento de viagens para os locais com surto ativo ao sarampo ou não. Mantenha o cartão de vacina de suas crianças atualizados. Levem suas crianças para tomarem as vacinas na UBS mais próxima de sua residência.”, conclui a nota.

Confira a Nota de Esclarecimento na íntegra:

A Secretaria Municipal de Campo Grande do Piauí. Comunica que não está acontecendo surto de Sarampo no município. Ouvi sim um caso isolado e confirmado de Sarampo que foi notificado no município. Mas a criança não reside em Campo Grande e adquiriu o sarampo no estado de São Paulo.

A secretaria municipal de saúde alerta que os pais, mães e responsáveis que vão viajar com seus filhos de 6 meses a menores de 01 ano de idade para as 39 cidades dos Estados de São Paulo, Pará e Rio de Janeiro, onde há surto ativo do Sarampo, para que vacinem seus filhos.

A recomendação é que todas essas crianças sejam imunizadas contra a doença no período mínimo de 15 dias antes da data prevista para a viagem. Além de proteger, a medida de segurança pretende interromper a cadeia de transmissão do vírus do sarampo no País.

A vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independente do planejamento de viagens para os locais com surto ativo ao sarampo ou não.

Mantenha o cartão de vacina de suas crianças atualizados. Levem suas crianças para tomarem as vacinas na UBS mais próxima de sua residência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *