Home / Notícias / Destaques / Esclerose múltipla: conheça detalhes sobre a doença

Esclerose múltipla: conheça detalhes sobre a doença

Ainda com diagnóstico complicado, a esclerose múltipla atinge, em sua maioria, pessoas de 20 a 40 anos. A doença neurológica não tem cura. A dificuldade no diagnóstico acontece principalmente porque os sintomas são muito variados. Dependendo da área do cérebro afetada, há surtos diferentes nos pacientes. A identificação é essencial para controlar a doença e melhorar a qualidade de vida.

No País, os tratamentos podem incluir cápsulas tomadas uma ou duas vezes por dia até injeções. Alguns medicamentos reduzem a ocorrência dos surtos e também o risco das lesões permanentes que degeneram o cérebro.

Uma alimentação balanceada e ingestão de vitamina D também ajudam. Países com menor incidência do sol, que ocasiona pouca vitamina no corpo, possuem índices maiores.

Os sintomas mais frequentes são as dores articulares, alterações na fala e na visão, disfunção erétil e diminuição da lubrificação vaginal. Ocorrem ainda dores articulares, fadiga intensa, depressão, fraqueza muscular, mudança na coordenação motora, entre outros sintomas.

Ainda não se fala em cura no Brasil para a doença, mas estuda-se já o transplante de medula óssea ou de células-tronco. A prática ainda incomum no país é feita em hospitais credenciados pelo Ministério da Saúde.

Fonte: Estadão Conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *