Home / Notícias / Municípios / Campo Grande do Piauí / GPM de Campo Grande do Piauí captura suspeito de envolvimento no assassinato do adolescente Uriel Henrique

GPM de Campo Grande do Piauí captura suspeito de envolvimento no assassinato do adolescente Uriel Henrique


Atualizada às 20h10

Por volta das 14h30 desta quinta-feira, 05, o Grupamento de Polícia Militar de Campo Grande do Piauí, que é comandado pelo Cabo R. Silva, localizou e prendeu um homem identificado como Francisco Marrone de Castro, de 25 anos, suspeito de envolvimento no assassinato do adolescente Uriel Henrique de Sousa, de apenas 16 anos.

Matérias relacionadas: 

Adolescente é encontrado morto dentro de sua residência em Campo Grande do Piauí

Polícia Militar prende suspeita de matar adolescente a facadas em Campo Grande do Piauí

No início da manhã, o GPM local efetuou a prisão da companheira de Marrone, uma jovem identificada como Valéria da Silva Correia, de 19 anos, também  suspeita de participar do homicídio do adolescente Uriel Henrique, que foi encontrado morto na cozinha de sua residência, no Centro de Campo Grande do Piauí, com várias perfurações de faca na noite da última terça-feira, 03

O Cabo R. Silva contou que quando teve conhecimento do ocorrido, de imediato teve como suspeito a pessoa de Marrone, isso porque no início da noite da terça o comandante do GPM local avistou Marrone nas proximidades da casa da vítima e que fez advertências para que o mesmo tomasse cuidado, pois já tinha conhecimento de que Marrone possuía passagens pela polícia.

No dia seguinte, R. Silva soube que no sábado anterior a vítima teria dado um beijo forçado na companheira de Marrone e logo iniciou diligências ininterruptas à procura de Marrone e sua companheira.  “Procuramos na casa de familiares do casal e a informação era de que eles teriam sumido. Chegamos inclusive a seguir os rastros do casal e percebemos que seguiam em direção a casa da mãe de Valéria. Batemos na casa errada, e nesse momento, Marrone e Valéria empreenderam fuga correndo… escutei apenas o barulho da corrida. Os suspeitos entraram no mato, e continuamos a persegui-los, passando a noite no mato até o amanhecer do dia de hoje”.

“Por volta das 08h00, ainda no mato, me deparei frente a frente com o casal na localidade Assentamento Redondo, na zona rural do município de Campo Grande do Piauí. Dei ordem de parada e apenas Valéria obedeceu. Enquanto Marrone saia em direção ao mato eu segurei Valéria, dando-lhe voz de prisão. Ainda tentei correr atrás de Marrone, mas não consegui pega-lo naquele exato momento”, relatou o Cabo. R. Silva.

“A princípio, Valéria confessou a sua participação no homicídio dizendo que ela mesma teria dado as facadas e que o seu companheiro Marrone teria ficado do lado de fora. Porém, na 13ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Jaicós, Valéria mudou a sua versão e disse que apenas mostrou a casa e quem matou foi Marrone”.

Quando estava com Valéria na delegacia, o Cabo R. Silva recebeu informações que Marrone estaria em uma casa na  localidade Cacimbinha, zona rural do município de Campo Grande do Piauí, e determinou ao Soldado G. Silva que fosse lá, o capturasse e o conduzisse até Jaicós .

“Logo em seguida, o Soldado G. Silva chegou na 13ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Jaicós conduzindo Marrone e disse que o mesmo não esboçou reação no momento que recebeu voz de prisão”, finalizou o comandante do GPM de Campo Grande do Piauí.

Francisco Marrone de Castro – Foto: Divulgação/Polícia Militar
Valéria da Silva Correia – Foto: Divulgação/Polícia Militar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *