Para qualificar a logística do Estado, Governo segue com obras em pontes de concreto em diferentes cidades

Ponte sobre Vazante da Margarida, em Porto Esperança

Prioridade da gestão estadual, a troca de pontes de madeira por estruturas de concreto segue em diferentes regiões do Estado. As obras visam melhorar o acesso a polos regionais e assim qualificar a logística, contribuindo com a economia e desenvolvimento dos municípios.

Entre as obras em andamento está a construção de duas pontes no distrito de Porto Esperança, em Corumbá, que tem um investimento de R$ 7,4 milhões do Governo do Estado. A primeira é sobre a Vazante da Margarida, com extensão de 59,20 metros e 10 (metros) de largura, que segundo a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) já está em fase adiantada.

Estrutura sendo montada sobre o Córrego Mutum, em Porto Esperança

A segunda ponte é sobre o Córrego Mutum, em uma estrutura que terá 83,80 metros de extensão e 10 (metros) de largura. A obra segue em pleno vapor, em uma região que sofre com enchentes durante o período das chuvas. De acordo com a Agesul são estruturas de longa duração, que buscam dar mais segurança e agilidade para quem trafega na região.

Outra frente de trabalho é no município de Miranda, na construção de uma ponte sobre o Córrego Vilas Boas. A obra está na fase de “mesoestrutura” e tem previsão de ser concluída em novembro deste ano. O investimento é de R$ 1,6 milhão, em uma estrutura que vai dispor de 30 metros de extensão e 10 (metros) de largura, localizada na Rua Benjamin Constant.

Obra de ponte de concreto sobre o Córrego Vilas Boas, em Miranda

Obras em andamento

Também segue em andamento a ponte sobre o Córrego Taquaruçu, na divisa de Anastácio e Nioaque, que terá 52 metros de extensão. Lá os trabalhos estão mais adiantados, estando na fase de mesoestrutura, para depois colocação dos pilares.

Na mesma região está sendo construída a ponte sobre o Rio Dois Irmãos, que segundo a Agesul está na fase de fundação, nos limites do município de Dois Irmãos do Buriti. As duas pontes fazem parte do mesmo projeto, somando juntas um investimento de R$ 4,6 milhões.

Obras seguem em andamento no Córrego Taquaruçu, em Anastácio

Ao todo são 24 obras de pontes de concreto em andamento espalhadas pelo Estado, para melhorar o tráfego local, contribuir com o escoamento da produção e facilitar o acesso a diversos locais. Isto representa a implantação de 1.157,92 metros (estruturas), ao custo de mais de R$ 61 milhões.

Por meio do programa “Mais Pontes”, o Governo do Estado tem como meta entregar 163 pontes de concreto em Mato Grosso do Sul até o final 2022. De 2015 até 2018 foram feitas 100 pontes de concreto à disposição da população e mais 63 estão em fase de projeto ou já em execução.

Leonardo Rocha, Subcom Fotos: Divulgação/Agesul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *